Pesquise aqui

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Olhar Ribeirinho


"O Caboclo"

Um dia desses o professor de Pensamento Social na Amazônia pediu para a turma de Jornalismo escrever em um texto Jornalístico o que entendíamos por "Caboclo", uns escreveram que era uma mistura de branco com índio, outros que eram espíritos que baixavam no corpo, enfim cada um pensa de forma diferente...Eu escrevi em forma de poesia!

Há sempre um Novo Dia

Seu João nem espera o Sol raiá
Já vai todo equipadinho trabaiá
Se despede da sua véia
Lá da beira do girá
Ele pega seu casquinho
E começa a remá

Nem espera o orvalho baxá
Pra jogar a malhadeira e começar a pescá
Em menos de 15 minuto
Já tem peixe pra puxá
É tanta espécie
Que ele há de se espantá

Quanto mais cedo acabá
Melhor sua véia vai achar
Lá no flutuante de paia
Ela e as criança há de esperá

O Caboclo volta da pesca
Comi do peixe até se arrebentar
Vai pra sua rede
Pra outro dia esperá chegá...


Por: Elayne Costa

2 comentários:

  1. oi mana, amei suas postagens. Sinto muita saudade de vx!
    Te amo ;*

    vidinha

    ResponderExcluir
  2. essas tuas imagens são boas demais!

    ResponderExcluir